Cursos profissionalizantes x Cursos técnicos: qual a melhor opção?

Os cursos à distância são uma interessante alternativa para quem deseja rapidamente construir uma carreira e ingressar no mercado de trabalho.

Ademir Santana

Os cursos à distância são uma interessante alternativa para quem deseja rapidamente construir uma carreira e ingressar no mercado de trabalho.

Muitas pessoas que querem se especializar para o mercado de trabalho, ou até mesmo iniciar os estudos depois de terminarem a escola, ficam com a dúvida: qual a melhor opção? Cursos profissionalizantes ou cursos técnicos?

A verdade é que não há uma resposta definitiva, pois cada um se adapta às diferentes necessidades do estudante, o que acaba gerando mais dúvidas, desde as diferenças das metodologias, até valores, tempo de duração, etc. Dessa maneira, o Portal Emprego e Renda convidou Ademir Santana, diretor de expansão da Evolute para uma entrevista. Confira:

1.Qual a diferença entre os cursos profissionalizantes e os cursos técnicos?

Existem pré-requisitos para se ingressar em cursos técnicos, como conclusão do ensino fundamental por exemplo. Neste nível de formação (técnico), há três modalidades de ensino: Integrado - com o ensino médio; Concomitância externa: o aluno faz o ensino médio e o técnico paralelamente, um curso em cada escola; Subsequente - o aluno curso o ensino técnico após a conclusão do ensino médio.

Já no curso profissionalizante geralmente não há pré-requisito, exceto para alguns cursos mais avançados e específicos, há flexibilidade de horários, maior oferta de vagas, investimento financeiro relativamente menor.

Cursos técnicos tem duração de 18 a 24 meses, enquanto os cursos profissionalizantes tem duração de 2 a 24 meses variando conforme o curso escolhido. Curso técnico via de regra exige freqüência diária do aluno a escola, curso profissionalizante é mais flexível variando entre duas a quatro horas de estudo por semana.

2. Uma opção exclui a outra?

Não, o interessado precisa avaliar quais são suas necessidades, metas e expectativas profissionais, o aluno pode iniciar sua carreira no curso profissionalizante que permite inserção mais rápida no mercado de trabalho e em segundo momento fazer um curso técnico ou graduação para aprimorar o conhecimento e viabilizar melhor posicionamento na carreira.

3. Existe um perfil pré determinado para ambos os caminhos?

Geralmente quem opta por um curso técnico não almeja ou não precisa de inserção imediata no mercado de trabalho, tem mais tempo e recursos para investir na sua qualificação profissional, em seu planejamento de vida está primeiro o curso e depois o emprego; por outro lado, quem opta por um curso profissionalizante tem necessidade urgente de inserção ou recolocação no mercado de trabalho, menos tempo para estudar e possivelmente menos recursos financeiros, em seu planejamento de vida está conseguir um emprego ou melhor salário rapidamente para em um segundo momento continuar estudando. Na Evolute Cursos temos vários alunos que com 4, 5 meses de curso profissionalizante já entraram para o mercado de trabalho, e alguns deles depois cursam o ensino técnico ou graduação.

4. O que uma pessoa deve levar em consideração no momento de fazer a sua escolha?

A pessoa precisa avaliar os seguintes fatores:

- Quanto tempo tenho para estudar diariamente?

- Preciso de um emprego ou melhor salário com urgência?

- Quanto tenho de recursos financeiros para investir no curso?

- Tenho certeza que é essa profissão ou carreira que quero para a minha vida?

As respostas dessas simples perguntas darão condições a pessoa de identificar quais são suas prioridades e necessidades a curto, médio e longo prazo para a partir disso fazer a melhor escolha.

5. Qual é a diferença no resultado a longo prazo de ambos os investimentos?

Quem conclui o curso técnico ao final recebe um diploma com a graduação profissional obtida, por ser um profissional de nível técnico poderá disputar vagas no mercado de trabalho em uma situação diferenciada e ser melhor remunerado, já o aluno do curso profissionalizante ao final do curso recebe um certificado de conclusão de curso, estando apto a disputar vagas no mercado de trabalho também, devendo encarar essa primeira qualificação (curso profissionalizante) como um primeiro passo na carreira, a fim de conquistar uma colocação no mercado e a partir disso crescer profissionalmente.

O CPT – Centro de produções técnicas, empresa especializada na área de educação à distância está com novidades para todos aqueles que buscam inserção no mercado.

Está disponível em seu site uma série de cursos profissionalizantes, que por meio de uma metodologia prática, funcional e objetiva, permitem que as pessoas ingressem em uma nova profissão ou aperfeiçoem a atual. Confira!



Paula Martins 06-08-2013 Entrevistas

Deixe um Comentário

Comentários

Alexandre Moreira

22-05-2015

Suas explicações foram ótimas, obrigado.

Andreacutea Oliveira

10-04-2015

Olá, Murilo! Nós agradecemos o comentário e a visita em nosso site. Ficamos felizes que você tenha gostado da nossa matéria. Sempre conte conosco! Atte. Andréa Oliveira.

murilo alberto

06-04-2015

Muito bom boas explicação tem coisa aq q eu tinha procurado em todos os lugares e ñ achei resposta e agora vir q é melhorr eu fazer meu curso profissionalizante q é melhor pro meu comeco de carreira depois eu penço em curso tecnico ou faculdade se eu gostar do curso q eu escolhir