Dicas para investir em renda fixa em 2019

Para investir em renda fixa em 2019, é preciso uma boa margem financeira mensal

Dicas para investir em renda fixa em 2019

Se você não tem conhecimento em finanças nem em planejamento financeiro, ou sente-se inseguro quanto a aplicações financeiras, a renda fixa é uma das melhores alternativas para 2019. Afinal, os tempos são difíceis e ninguém quer perder dinheiro em investimentos arriscados. Embora a renda fixa apresente menores rendimentos, ela é uma forma segura e prática de guardar dinheiro.

Mas é preciso comprometimento e disciplina para administrar bem os gastos mensais, principalmente se você não realiza um bom controle financeiro. Na verdade, “aprender a controlar gastos e fazer planejamentos deve ser palavra de ordem para você não entrar em uma ciranda de débitos e desestruturação financeira”, afirma Nerina Aires Coelho Marques, professora do Curso CPT a Distância e Online Finanças na Família - Administração e Controle.

Na prática, investir requer uma boa margem financeira mensal para que o dinheiro aplicado renda mais. E a reeducação financeira pode ajudá-lo nessa tarefa. Por meio dela, você consegue controlar os gastos e, assim, reservar parte da renda mensal para investimentos em renda fixa. Que tal conhecer os principais?

CDB e LC


Os bancos captam dinheiro pela emissão de títulos chamados Certificados de Depósitos Bancários (CDBs). Para investir nessa modalidade de renda fixa, basta escolher e comprar o título no banco. A partir desse momento, todos os meses, você passa a receber juros a uma taxa pré ou pós-fixada. Já no investimento em Letras de Câmbio (LCs), os títulos são emitidos por financeiras ao invés de bancos. Suas taxas de juros variam conforme título escolhido e valor mínimo a ser investido.

Poupança


A poupança é o investimento de renda fixa mais famoso e também um dos mais antigos. Trata-se de uma forma segura de aplicar dinheiro com alta liquidez. Uma das vantagens é que você pode sacar o dinheiro quando quiser. Outro ponto positivo é que você não precisa ser grande conhecedor de finanças. Entretanto, o valor investido deve ser alto para render, pelo menos, um salário.

As regras atuais para o rendimento da poupança são:

->Selic abaixo de 8,5% ao ano: rendimento de 70% da Selic + taxa referencial.
->Selic acima de 8,5% ao ano: rendimento de 0,5% ao mês + taxa referencial.

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Casa Prática.

Leia o artigo "Finanças pessoais em equilíbrio".

Fonte: administradores.com.br

Andréa Oliveira 19-12-2018 Notícias

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.