Centro de Produções Técnicas
Voltar

Por que treinar e capacitar meus garçons?

 Por que treinar e capacitar meus garçons?   Artigos Cursos CPT

O garçom precisa conhecer muito bem todos os produtos e serviços da empresa para a qual trabalha, para que possa oferecê-los com eficiência aos clientes



Se você tem um restaurante, pizzaria, bar ou qualquer outro empreendimento relacionado ao setor gastronômico, deveria ponderar sobre a seguinte questão: Por que treinar e capacitar meus garçons?Bom, a resposta para esta pergunta é muito simples. O garçom precisa conhecer muito bem todos os produtos e serviços da empresa para a qual trabalha, para que possa oferecê-los com eficiência aos clientes. Do seu trabalho, inclusive, o sucesso da empresa. “Devemos ter em mente o amor à profissão, o respeito pelos clientes, humildade e acima de tudo o respeito ao próximo. Agindo assim, os resultados serão positivos”, afirma Aldo Alves, professor do Curso a Distância CPT Capacitação de Maître, em Livro+DVD e Curso Online.

O garçom é peça-chave na dinâmica do restaurante, uma vez que se trata do atendente que representa a empresa perante os clientes, e, na maioria dos casos, o único profissional com quem o cliente se relaciona. Pode ser considerado um profissional de extrema importância dentro da estrutura da empresa, seja ela qual for.

Um bom garçom deve reunir as seguintes qualidades:


- Apresentação pessoal impecável quanto ao uniforme, cabelo, rosto, dentes, mãos e unhas;
- Higiene absoluta, tanto a pessoal como no trato dos produtos e utensílios do restaurante;
- Simpatia,   educação,   diplomacia,   discrição   e   capacidade   de comunicação na convivência com clientes e colegas;
- Disposição e bom preparo físico para suportar a jornada de trabalho;
- Inteligência e agilidade mental;
- Honestidade, fidelidade e seriedade, tanto no trato com os colegas e superiores bem como com os clientes;
- Capacidade de organização pessoal e do restaurante, iniciativa e criatividade no desempenho das tarefas no dia a dia;
- Interesse pelo trabalho, pontualidade e profissionalismo;
- Realização do pré-preparo do salão;
- Apresentação do cardápio e da carta de vinhos aos clientes;
- Esclarecimento dos clientes a respeito de produtos e quanto ao funcionamento da casa;
- Anotação dos pedidos dos clientes e encaminhamento dos mesmos à cozinha;
- Servir os clientes com bebida,  couvert, entrada, prato principal, sobremesa e cafezinho;
- Finalizar os serviços aos clientes, entregando-lhes a conta e recebendo o pagamento;
- Reposição de mesas;
- Atendimento ocasional ao cliente.

Quer saber mais sobre o Curso CPT? Dê play no vídeo abaixo:


 


Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Cozinha Profissional.
Por Silvana Teixeira.

Você vai gostar de ler:
Treinamento de babás: 5 exemplos éticos para seguir no trabalho
    Além de ser sinônimo de bom caráter e demonstrar que você, babá, é de confiança, ter uma conduta moral de honestidade e pensamento no bem coletivo ajudam a boa formação da criança ...
Em um restaurante, como ganhar a confiança dos clientes?
  A hora ideal de surpreender o cliente e definitivamente ganhar sua confiança é no momento do atendimento, ou seja, desde a hora que ele chega até o momento que ele se despede para ir embora A ...

Deixe seu comentário