Governo Federal libera saque do FGTS de contas inativas

Com o saque do FGTS de 10,2 milhões de trabalhadores, que equivale R$ 30 bilhões, a economia deixará o estado de estagnação para se mobilizar novamente.

Com o saque do FGTS de 10,2 milhões de trabalhadores, que equivale a R$ 30 bilhões, a economia deixará o estado de estagnação para se mobilizar novamente

Governo Federal libera saque do FGTS de contas inativas Com o objetivo principal de recuperar a economia do país, o Governo Federal decidiu pela liberação do saque do FGTS de contas inativas até 31 dezembro de 2015. Estas são contas cujos depósitos cessaram devido à rescisão do contrato de trabalho. Portanto, todo trabalhador que possuir conta inoperante até essa data terá direito de retirar todo o valor do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, pois não haverá limites para saque.

Esta medida está entre as divulgadas no ano passado (2016) pelo presidente da república Michel Temer - como reforma trabalhista, reforma da previdência social, redução dos juros do cartão de crédito, além da PEC do congelamento de investimentos nas áreas de saúde e educação. Muitas dessas propostas têm sido alvo de críticas e polêmica entre sociedade, especialistas e partidos da oposição.

Por outro lado, com o saque do FGTS de 10,2 milhões de trabalhadores, que equivale a R$ 30 bilhões, a economia deixará o estado de estagnação para se mobilizar novamente. De acordo com os cálculos da equipe econômica do governo, o valor sacado poderá chegar a 0,5% do PIB - Produto Interno Bruto do país, sem afetar nenhum setor econômico.

Segundo o presidente, a liberação do FGTS não prejudicará os projetos dependentes do fundo, que englobam habitação popular (“Minha Casa, Minha Vida”), mobilidade e saneamento urbano. Trata-se de uma medida essencial para estimular a economia do Brasil. É importante ressaltar que o ano de 2016 fechou em déficit maior (170,5 bilhões) do que o esperado (R$ 96 bilhões).

“O cronograma para o saque do FGTS de contas inativas será divulgado até o início de fevereiro e irá considerar a data de nascimento dos beneficiários”, afirma Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento. Portanto, agora só nos resta esperar a liberação, que poderá ajudar muitos brasileiros endividados, desempregados ou que pretendem aplicar o dinheiro em algum investimento.

Por Andréa Oliveira.

Fonte: G1.

Conheça o Curso a Distância CPT Curso Finanças na Família - Administração e Controle, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online – elaborado por Nerina Aires Coelho Marques, Mestra e Doutora em Home Economics pelo Ohio State University.

Andréa Oliveira 24-01-2017 Notícias

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.