Válvula solenoide: o que é e para que serve?

Segundo Dr. José Arnaldo Duarte, professor do Curso a Distância CPT Condicionadores de Ar de Grande Porte - Chiller-Fan Coil, Self Contained e Roof Top, em Livro+DVD e Curso...

A válvula solenoide é uma válvula eletromagnética que deve ser instalada na linha de líquido para desligar o sistema, automaticamente, quando a demanda por ar condicionado diminuir

 

Segundo Dr. José Arnaldo Duarte, professor do Curso a Distância CPT Condicionadores de Ar de Grande Porte - Chiller-Fan Coil, Self Contained e Roof Top, em Livro+DVD e Curso Online, “A válvula solenoide deve ser instalada na linha de líquido para desligar o sistema, automaticamente, quando a demanda por ar condicionado diminuir”. Isso acontece com muita frequência nos sistemas de condicionamento de ar de grande porte, nos quais a quantidade de calor a ser retirada dos ambientes (carga térmica) sofre variações por causa, por exemplo, do entra-e-sai de pessoas e dos equipamentos que são ligados e desligados.

Entenda melhor a função da válvula solenoide


Considere que, inicialmente, o sistema de refrigeração esteja funcionando a plena carga, ou seja, esteja precisando atender à carga térmica total para a qual ele foi projetado. Depois de algum tempo, se a carga térmica diminuir bastante e o sistema de refrigeração continuar funcionando, poderá ocorrer congelamento no evaporador. Isso porque o ar de retorno trará menos calor para ser trocado no evaporador. Então, para evitar que isso aconteça, a válvula solenoide é acionada automaticamente e desliga o compressor do sistema de refrigeração. Quando o evaporador não tiver mais conseguindo reduzir a temperatura do ar, a válvula solenoide atuará no sentido contrário, agora ligando o compressor e colocando todo o sistema em funcionamento.

A válvula solenoide é uma válvula eletromagnética que possui em seu interior uma bobina e um núcleo móvel que possui uma de suas extremidades ligadas à carcaça da válvula por meio de uma mola. Enquanto o compressor do sistema de refrigeração estiver funcionando, a bobina da válvula será percorrida por uma corrente elétrica. Isso ocasionará o surgimento de um campo magnético que, por sua vez, resultará na existência de uma força eletromagnética que atrairá o núcleo de válvula no sentido de comprimir a mola e manter o orifício da válvula aberto.

Dessa forma, o fluxo de líquido passa normalmente através da válvula solenoide. Porém, quando o compressor é desligado, pelo pressostato de baixa ou de alta, a válvula solenoide deixa de ser alimentada eletricamente e com isso a força magnética deixa de existir. Em consequência, a mola empurra o núcleo móvel fechando o orifício interno da válvula e provocando a interrupção da passagem de líquido. Isso é muito importante, pois evita que uma parte do líquido existente no evaporador chegue, por gravidade, até o compressor. Se isso acontecer, quando o compressor for novamente ligado, ele terá fluido no estado líquido em seu interior que, por ser praticamente incompressível, poderá causar danos às partes móveis do equipamento.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Refrigeração.
Por Silvana Teixeira.

 

Silvania Teixeira 01-11-2016 Formação Profissional

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.