Ainda é tempo de investir em aposentadoria com bons dividendos

Pessoas com 50 a 55 anos podem investir em aposentadoria para um futuro seguro e tranquilo

Ainda é tempo de investir em aposentadoria com bons dividendos

Pessoas com 50 a 55 anos podem investir em aposentadoria com bons dividendos. Entretanto, é essencial disciplina, equilíbrio e foco para um futuro tranquilo e seguro quando a idade avançar. Pessoas mais centradas, acostumadas a planejar a longo prazo, iniciam sua carteira previdenciária desde cedo. É importante ressaltar que isso não impossibilita as pessoas mais maduras de fazerem o mesmo.

Devido às mudanças na previdência, muitos notaram que a previdência pública não é uma boa opção. Na verdade, aposentar pelo INSS dificilmente traz às pessoas segurança e tranquilidade na velhice. Por esse motivo, algumas investem em carteira previdenciária, centrada em ações, para, posteriormente, voltarem recursos a fundos imobiliários. Estes últimos apresentam rentabilidade maior que a das ações.

Com quinze anos de investimento, é possível guardar uma boa soma em dinheiro. Principalmente se o investidor com idade mais avançada continua a trabalhar e a reservar uma boa quantia mensal. Na verdade, ao fazer isso, o investidor fortalece ainda mais sua carteira previdenciária. Assim, quando chegar a 75 anos, ele consegue se sustentar com renda passiva e previdência social.

Sendo assim, para chegar à terceira idade com condições financeiras favoráveis, vale a pena começar a investir mesmo que relativamente tarde, com 50 ou 55 anos de idade. Com 15 anos de investimento, partindo dos 50 anos de idade, é possível aposentar aos 65 com boa renda mensal. Basta criar um plano efetivo de aportes mensais, investindo e reinvestindo em ações e fundos imobiliários.

Conheça o Curso CPT a Distância e Online Finanças na Família - Administração e Controle.

Leia o artigo "PPA - Programa de Preparação para a Aposentadoria".

Fonte: administradores.com.br

Andréa Oliveira 08-03-2019 Notícias

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.