Dicas para elaborar um currículo nota 10!

Saiba como fazer um bom currículo, torná-lo atraente para aumentar as chances de contratação, além de causar uma ótima impressão.

Na hora de elaborar um currículo é fundamental pensar nas informações que você quer oferecer a quem está selecionando e de que forma você irá apresentá-las.

Vamos começar pelo significado do termo currículo: ‘aportuguesamento’ da expressão latina Curriculum Vitae, que significa ‘curso da vida’. Conjunto das indicações relativas ao estado civil, estudos, aptidões profissionais e atividades anteriores de uma pessoa. Hoje em dia, já não se usa mais colocar o título Curriculum Vitae ou Currículo no alto da página. Pode-se começar pelo nome completo da pessoa, em negrito. Informe idade (não coloque data de nascimento, pois, assim, o selecionador terá que fazer contas para saber quantos anos você tem) e estado civil. Algumas empresas têm solicitado informações sobre se o candidato é fumante ou não. Nesse caso, este é o espaço adequado para fornecer este dado.

Em seguida, escreva seu endereço completo, com todos os complementos, coloque também os números de telefones para contato e e-mail, se tiver. Também já não usa mais informar número de documentos como CIC, RG e outros. Deixe isto para quando estiver efetivado na vaga.

Na verdade, o currículo tem que cumprir o papel de comunicar, de forma rápida e objetiva, informações que sejam realmente relevantes para a decisão do selecionador de chamar ou não o candidato para as próximas etapas da seleção.

O próximo passo é informar o seu objetivo profissional, o cargo a que você está se candidatando ou, ainda, suas áreas de interesse. Quando estiver enviando um currículo em resposta a alguma vaga, é aconselhável que você preencha esse campo exatamente como está no anúncio.

Crie um espaço para informar suas qualificações profissionais, uma espécie de síntese de seus conhecimentos, habilidades e atitudes no campo de trabalho. É aqui que você levanta as expectativas em relação ao que será informado a seguir. Lembre-se de relatar alguns resultados que conquistou nos últimos tempos.

No campo da formação acadêmica não precisa informar todos os lugares em que estudou e todos os cursos que fez. Comece pelo mais recente e o de maior peso. Caso ainda esteja cursando a faculdade, informe isso. Caso tenha feito um curso técnico profissionalizante, informe isso. De outra forma, se você fez ensino médio normalmente e agora é universitário informe apenas sua graduação atual. Caso esteja cursando ou tenha concluído até o ensino médio, então é esta a última informação que deve vir neste campo. Vale a pena lembrar que você deve incluir:

  • Mês e ano de início e conclusão do curso que fez.
  • Para quem ainda está cursando, mês/ano de início e previsão de conclusão do curso.
  • Cursos de especialização, pós-graduação, mestrado, doutorado ou pós-doutorado.

A seguir, relacione os cursos, seminários, simpósios e palestras de que participou. Sempre em ordem cronológica, do mais recente para o mais antigo. Coloque o nome do evento, o lugar onde se realizou e a data. Para cursos de maior duração, informar a carga horária.

Informe seu nível de fluência para escrever, ler e entender uma língua estrangeira. Seja sincero e não exagere em suas habilidades, pois se esse aspecto for muito importante para a vaga, a sua dificuldade será rapidamente percebida,

Enfim, a experiência profissional. Esse é o momento de você apresentar as empresas onde esteve trabalhando. Faça isso em ordem cronológica, da mais recente para as mais antigas. Informe o período em que esteve em cada empresa e o cargo que ocupou. Quando se tratar do primeiro currículo e você não tiver trabalhando ainda, aproveite esse espaço para relatar experiências referentes a intercâmbio cultural, participação em trabalhos voluntários ou em projetos e eventos organizados pela faculdade que tenham alguma relevância.

Não é necessário colocar foto, datar ou assinar o currículo. A pretensão salarial só deve ser incluída se for solicitada pelo contratante. Aliás, é indicado que você deixe este aspecto para o último momento da entrevista, pois pode perder boas oportunidades por mera ansiedade em perguntar as vantagens e benefícios que a empresa oferece. Aguarde que o selecionador se manifeste, por vezes, ele pode informar esse aspecto já no primeiro momento, ou ainda, perguntar sua pretensão salarial. Esteja aberto a negociações. Tenha claro seus objetivos, mas sempre pense em uma possível composição de benefícios. Existem salários indiretos que acabam tornando uma proposta bem mais interessante do que ela pode parecer à primeira vista. Não se apresse, analise com calma e atenção uma proposta antes de decidir descartá-la.
Mais algumas dicas:

  • Seja objetivo na apresentação das informações. Os currículos hoje têm, no máximo, duas páginas. Mostre sua competência, seus pontos fortes, pense no que pode despertar o interesse do recrutador, mas não precisa contar a história de sua vida inteira.
  • Seja verdadeiro, não invente coisas para impressionar. Tudo o que constar no currículo poderá ser questionado na hora da entrevista, e se você não souber argumentar, sua história ficará frágil, gerando desconfiança em quem está realizando a seleção.
  • Escreva corretamente. Um erro de português no currículo pode eliminá-lo imediatamente.
  • Confira com atenção tudo o que escreveu e peça a mais alguém para fazer uma revisão final.
  • Como você tem até duas páginas para oferecer informações a seu respeito, pode ser tentado a querer reduzir o tamanho dos caracteres para que caibam mais informações. Não faça isso! Se estiver muito difícil de ler o seu currículo, ele pode ser facilmente descartado. Também não é necessário aumentar o tamanho da letra para parecer que tem bastante experiência a relatar.
  • Apresente, no campo das qualificações profissionais, os resultados conquistados por você em outras empresas. Contudo, não há necessidade de citar nomes de pessoas de referência neste momento. Deixe isto para a hora da entrevista; se for importante, o entrevistador há de lhe perguntar.
  • Mantenha seu currículo sempre atualizado. Procure adaptá-lo à vaga/ empresa a que está se candidatando. Procure enfocar com mais destaque as informações que estão relacionadas à área a que está concorrendo; isto ampliará suas chances, com certeza.

Para complementar, segue um modelo de currículo para ilustrar o que apresentamos anteriormente.

CELESTE SILVA
22 anos Solteira
R.das Orquídeas nº 32, Vila Mariana, São Paulo - SP, CEP:04111-314
3207-7134 / 9999-9999 E-mail: celestesilva@ig.com.br

OBJETIVO PROFISSIONAL: ANALISTA DE SUPORTE

QUALIFICAÇÕES PROFISSIONAIS:
Possuo sólida experiência em plataforma Microsoft, bons conhecimentos em Windows 95, 98, ME e 2000. Tenho habilidade em configuração de hardware, configuração e instalação de sistemas operacionais, instalação e configuração de software e periféricos.

FORMAÇÃO ACADÊMICA:
Curso Superior - Cursando
Tecnologia em Processamento de Dados
FIAP – Faculdade de Informática e Administração Paulista
Mês e ano de início: 02/2001 Mês e ano de previsão de término: 12/2003

CURSOS, SEMINÁRIOS, SIMPÓSIOS, CONGRESSOS E PALESTRAS:
Manutenção e montagem de micros
FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista
São Paulo Carga horária: 75 horas
Data de início: 11/02/1997 Data de término: 22/05/1997

Curso de lógica de programação
FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista
São Paulo Carga horária: 30 horas
Data de início: 17/07/2000 Data de término: 28/07/2000

LÍNGUA ESTRANGEIRA: INGLÊS - Entendo, leio e escrevo bem.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL:
2000 – 2002 Empresa X
Cargo – Analista de Suporte
Atuei na função de suporte à rede e equipamentos da empresa.
1999 – 2000 Empresa A
Cargo : Estagiário
Atuei na função de suporte à Internet

Janete Teixeira Dias é coordenadora da área de Gestão de Carreiras da FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista e da Faculdade Módulo, realizando processo de Coaching com alunos e ex-alunos destas instituições (graduação e pós-graduação). É psicóloga, administradora, mestre em Psicologia Social pela PUC/SP, psicodramatista didata, possui formação em promoção de saúde e qualidade de vida no ambiente de trabalho pela American University/CPH, especialista em Psicologia Organizacional do Trabalho pelo CRP/SP, docente de cursos de pós-graduação e consultora na área de Gestão de Pessoas.

Veja também matérias relacionadas:

10 dicas para obter êxito em uma entrevista de emprego

10 dicas de como fazer um bom currículo

Ainda não teve experiência? Aprenda a fazer o currículo para o primeiro emprego

Emprego e Renda 15-02-2012 Artigos

Deixe um Comentário

Comentários

Sylmara

29-01-2018

Janete, sou fisioterapeuta.Tenho especializacoes em Ortopedia e Aupuntura , Cursos extra curriculares. Coloco em formacao academic a ou em outros cursos . Sempre tive consultorio proprio. Estou um puco perdida na elaboracao. Antes de fazer fisioterapia Fuji Educadora Fisica tb. Trabalhei em academias Coloco tb esse tópico? Estou elaborando um curriculo para area de Estetica, e fiz cursos especificos mas nao tenho experiencia. Como coloco? Obrigada

Resposta do Emprego e Renda

30-01-2018

Olá Sylmara, Os seguintes artigos podem lhe auxiliar na elaboração de um bom currículo: https://www.cpt.com.br/cursos-treinamentoprofissional/artigos/dicas-para-elaborar-um-curriculo-criativo-e-inovador e https://www.cpt.com.br/cursos-treinamentoprofissional/artigos/16-passos-para-elaborar-um-curriculo-campeao. Atenciosamente, Ana Carolina dos Santos

carima

03-10-2015

Parabéns, muito bem explicado!

jane lucia gonccedilalves

10-03-2015

maravilhoso gostei muito de obiter novos conhecimentos?

Resposta do Emprego e Renda

10-03-2015

Olá, Jane! Nós é que agradecemos o comentário e a visita em nosso site. Ficamos felizes que você tenha gostado da nossa matéria. Sempre conte conosco! Atte. Andréa Oliveira.